• jornalismo42

Preço do teste de Covid varia até 275% em laboratórios da RMBH


O pessoa que precisa fazer teste de Covid-19, além de enfrentar a tensão pela espera do resultado e a escassez dos estoques, também encara variações de preço que chegam a 275% entre laboratórios de Belo Horizonte e Região Metropolitana. Levantamento do site de pesquisa Mercado Mineiro mostra que o mesmo tipo de teste custa de R$ 40 a R$ 150 na capital.

A variação atinge especialmente os testes de antígeno feitos com swab nasal. Eles são testes rápidos recomendados por especialistas, principalmente, para os primeiros dias de sintomas. O preço dos testes do tipo RT-PCR, os mais precisos entre o terceiro e o quinto dia de sintomas, varia 106% em BH e vai de R$ 169.90 a R$ 350.

A diferença é maior ainda para os teste do tipo IgG/IgM, exame de sangue que pode ser realizado após duas semanas do início dos sintomas para possível detecção de anticorpos contra a doença. A modalidade de teste sai de R$ 79,90 a R$ 200.

Confira os preços de teste de Covid na pesquisa

Hermes Pardini RT-PCR: R$ 260 IgG/IgM: R$ 140 Antígeno: R$ 150

Laboratório Geraldo Lustosa RT-PCR: R$ 199 Antígeno: R$ 76

Laboratório Humberto Abrão RT-PCR: R$ 280 IgG/IgM: R$140

Laboratório Mansoni Análises Clínicas RT-PCR: R$ 250 IgG/IgM: R$ 200

Laboratório Oswaldo Cruz RT-PCR: R$ 200 IgG/IgM: R$ 90 Antígeno: R$ 40

Laboratórios Reis RT-PCR: R$ 250 IgG/IgM: R$ 200 Antígeno: R$50

Laboratórios Rojan RT-PCR: R$ 230 IgG/IgM: R$ 150 Antígeno: R$ 100

Laboratório São Marcos RT-PCR: R$ 260 IgG/IgM: R$ 135 Antígeno: R$ 89

Laboratório São Paulo RT-PCR: R$ 270 IgG/IgM: R$ 110 Antígeno: R$ 85

Drogaria Araujo RT-PCR: R$ 350 IgG/IgM: R$ 99 Antígeno: R$ 135

Drogaria Pacheco Antígeno: R$ 89

DrogaRaia RT-PCR: R$ 169,90 IgG/IgM: R$ 109,90 Antígeno: R$ 120

Dr. Consulta RT-PCR: R$ 193 IgG/IgM: R$ 134

Farmácias Pague Menos IgG/IgM: R$ 85 Antígeno: R$ 115

Farmácia Dona Clara RT-PCR: R$ 279,90 IgG/IgM: R$79,90 Antígeno: R$ 99,90

RT-PCR fica mais caro

Enquanto o preço médio dos testes de antígeno e IgG/IgM baixou desde julho de 2021, o exame do tipo RT-PCR teve um aumento de 5,16% e custa, em média, R$ 242,45 nos laboratórios da cidade. No último ano, o valor médio era R$ 230,54.

O maior valor foi encontrado na Drogaria Araujo, a um custo de R$ 350. Já o menor, R$ 169,90 foi registrado na DrogaRaia. A pesquisa do Mercado Mineiro foi realizada entre os dias 5 e 7 deste mês, em 18 laboratórios.

Na rede pública

Na rede pública de Belo Horizonte, segundo a prefeitura, o paciente com sintomas de Covid-19 consegue realizar um teste gratuitamente. Na rede estadual, os testes de antígeno também são disponibilizados aos pacientes sintomáticos, que realizam um exame do tipo RT-PCR no cenário de resultado negativo e quadro clínico suspeito.

Pesquisadores brasileiros militam, agora, pela liberação de autotestes de Covid-19 no Brasil. A modalidade, utilizada nos EUA e em países da Europa, permite que o paciente realize o teste e obtenha o resultado rapidamente em casa, porém não é aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Exames de rotina também variam até 275%

A grande variação do preço de exames também atinge os procedimentos mais rotineiros, como exames de sangue para controle de colesterol. Ele pode custar de R$ 40 a R$ 150l variação de 275%. O valor do teste do tipo Elisa para HIV varia quase 171% e vai de R$ 31 a R$ 84.

“O consumidor tem que avaliar, se for fazer um checkup, quanto ficam todos os exames em cada laboratório, porque não dá para ficar indo em cada laboratório e fazendo um exame, isso fica muito desagradável até na questão da coleta de sangue”, pondera o administrador do Mercado Mineiro, Feliciano Abreu.




0 comentário