top of page
  • jornalismo42

Pré-registro de nascimento pode ser feito pela internet em Minas Gerais

Pessoas que estão prestes a ter um bebê podem fazer o pré-registro da criança através da internet. O programa do Sindicato dos Oficiais de Registro Civil das Pessoas Naturais de Minas Gerais (Recivil) foi lançado no ano passado e agora já está disponível no MG App, aplicativo do Governo de Minas.

O responsável abre o aplicativo, acessa "certidão de nascimento, casamento e óbito", e seleciona a opção "pré-registro de nascimento", onde insere os dados da criança que está prestes a nascer. Após o parto, basta confirmar os dados em cartório para gerar a certidão de nascimento. De acordo com o Recivil, fazer esse pré-registro antecipa o processo, permite que a mãe participe efetivamente da escolha do nome da criança e diminui filas e tempo de espera nos cartórios.

Para o presidente do sindicato, Genilson Gomes, a ferramenta também pode ser uma importante aliada na compilação de dados sobre registros de nascimento no Estado. Por meio dela, os cartórios terão um relatório de todos os bebês que nasceram e foram efetivamente registrados.

A inclusão da nova ferramenta no aplicativo é resultado da parceria em Governo Digital da Seplag-MG com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O pré-registro de nascimento se junta aos mais de 100 serviços estaduais disponíveis no MG App.




Sobre o MG App O MG App é um aplicativo para smartphones que dá acesso ao cidadão a diversos serviços públicos estaduais.

Coordenado pela Seplag-MG e desenvolvido pela Companhia de Tecnologia de Informação de Minas Gerais (Prodemge), o aplicativo reúne mais de cem serviços públicos e possui mais de 1,7 milhão de usuários cadastrados.

Entre outras funções, no MG App é possível consultar o valor do IPVA e taxa de licenciamento, fazer registro de boletim de ocorrência de violência doméstica, pesquisar quadro de horários do transporte intermunicipal e fazer agendamento de horários nas Unidades de Atendimento Integrado (UAIs).

Para se registrar no aplicativo, a pessoa deve efetuar um cadastro unificado com o Governo Federal, e baixá-lo na loja virtual do celular.

0 comentário
bottom of page