• jornalismo42

PM lança "Operação Natalina 2021" com reforço do policiamento nas ruas

A Polícia Militar lançou a Operação Natalina 2021, com o objetivo de dar segurança aos consumidores que vão às compras de natal nos grandes centros de compra do Estado.

Em Belo Horizonte, cerca de 5.000 militares, 20 viaturas, 20 motos e drones devem ser utilizados pela Polícia Militar na prevenção de crimes. Em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH), os militares também vão entregar aos comerciantes e consumidores, um panfleto com dicas de segurança.

O comandante do policiamento da capital, coronel Webster Wadim Passos explica que em Belo Horizonte a operação deve atender a cerca de 4 milhões de pessoas.

"Nós já temos 4.700 policiais militares que fazem o serviço de policiamento ordinário. Somados a eles, virão de forma extraordinária, ou seja, de forma específica para essa operação natalina, 200 policiais militares que estão vindo da área meio e também da academia de Polícia Militar que vão estar circulando a pé pelos centro comerciais. Teremos mais 20 viaturas que vão estar atendendo ao rádio partrulhamento com mais dois militares cada uma, perfazendo um total de 240 militares dia a disposição da operação natalina em todas as regiões administrativas de Belo Horizonte", afirmou o comandante.

Além de dicas para os comerciantes, os militares pedem que os ocnsumidores fiquem atentos quando forem às compras e evitem carregar consigo grandes quantias em dinheiro.

"Evitem grandes aglomerações, evitem de deixar as compras para a última hora, não deixem crianças nos veículos, não carreguem grandes quantias em dinheiro, não fiquem desatentos, principalmente com o celular na mão, porque essas medidas fazem uma segurança plausível para a própria população", pontuou o militar.

Lojistas

Com a retomada das atividades comerciais no pós pandemia, o presidente da CDL-BH, Marcelo Sousa e Silva, aponta que a entidade observa um aumento na movimentação de clientes e ja projeta um crescimento nas vendas de natal neste ano, em comparação com o ano passado.

"A expectativa é de que a gente cresça de 3% a 4%. Um crescimento em que a gente vê não tão esperado, mas que a gente vê que neste momento da retomada ele traga muita sustância, para que a gente possa começar o ano que vem com muito potencialidade. A pandemia ainda assusta o pública e a chegada da nova cepa também, então em nosso entendimento esse crescimento é positivo", disse o presidente da CDL.

Em relação às vendas, apesar do público virtual ter crescido nos últimos anos, o fechamento das compras estão ocorrendo cada vez mais ainda nas lojas físicas, deixando a internet para ser usada mais como um meio de pesquisa dos produtos.

"Nós estamos vendo que as pessoas estão pesquisnado muito no virtual, mas estão efetivando as compras nas lojas físicas. Esse fator em Belo Horizonte é bastante cosiderável e nós estamos vendo que o lojistas de rua estão preparados para receber o consumidor e fazer boas vendas", afirma.




0 comentário