• jornalismo42

Minas tem 6,4 milhões de inadimplentes, que devem em média R$ 3,7 mil

Cerca de 38% de todos os adultos de Minas Gerais estão inadimplentes atualmente, maior número desde o início da pandemia de Covid-19, em 2020. São 6,3 milhões de pessoas com dívidas em atraso, principalmente de contas básicas, como água, luz e gás, que somam uma média de R$ 3.739,05 por devedor, segundo levantamento da Serasa.

Só em Belo Horizonte, praticamente 932 mil pessoas não conseguiram honrar suas dívidas, com valor médio maior que o do restante do Estado, chegando a R$ 4.909,60. O endividamento mais frequente, que atinge 26,5% dos inadimplentes, é o das contas do dia a dia, seguido pelas dívidas com bancos e cartões (24,8%) e contas no varejo (10,2%).

Com a projeção da inflação cada vez maior e o desemprego ainda atingindo 9,4% da população mineira, a Serasa mantém uma edição emergencial do Feirão Limpa Nome aberta até o final deste mês para a renegociação de dívidas.

“As dívidas mais comuns são aquelas básicas à sobrevivência. E vemos que muitas pessoas utilizam cartão de crédito para comprar comida, o que vira a famosa bola de neve. Se a pessoa atrasou a conta, já está inadimplente, mas é quem ele deve que pode ou não negativar o nome desse consumidor”, destaca a especialista de Canais Digitais da Serasa, Joicy Anunciação.

Feirão Serasa emergencial para renegociação de dívidas

O tradicional Feirão Serasa Limpa Nome ganhou uma edição emergencial neste mês, devido ao alto endividamento no Brasil, que acumula quase 65 milhões de inadimplentes. O programa reúne cerca de cem empresas, como Renner, banco Itaú e Unimed, dispostas a renegociar dívidas dos inadimplentes.

Para participar, é necessário consultar a Serasa e conferir se há dívidas em aberto nas empresas participantes. Os descontos sobre o saldo devedor, após a negociação, podem chegar a até 99%. O nome do consumidor “fica limpo” até cinco dias depois, caso tenha sido negativado. Cerca de 60% das dívidas dos brasileiros podem ser negociadas, atualmente, segundo a Serasa. O feirão continua até o dia 31 de março.

A Serasa alerta que a negociação e a consulta sobre as dívidas é realizada apenas pelos canais oficiais da empresa: pelo aplicativo disponível para Android e iOS, pelo site do feirão, pelo telefone 0800 591 1222, pelo WhatsApp (11) 99575-2096 e em agências dos Correios selecionadas com endereço listado no site.




0 comentário