top of page
  • Redação

Metroviários marcam assembleia e podem iniciar greve a partir desta quinta-feira


Os metroviários de Belo Horizonte participam de uma assembleia nesta quarta-feira (20) para decidir se iniciam uma nova greve do transporte sobre trilhos da capital mineira. O encontro da categoria será às 17h30, na Praça da Estação, no Centro de BH. Caso os servidores aprovem o movimento grevista, a paralisação se inicia já nesta quinta-feira (21).


A categoria explica que a votação ocorre devido a um suposto comunicado da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) afirmando que haverá atraso no pagamento dos valores referentes ao benefício de ticket alimentação dos funcionários.


A nova paralisação pode acontecer a menos de quatro meses da suspensão do último movimento grevista, considerado o mais longo já realizado pela categoria. À época, os trens ficaram sem circular entre 21 de março e 1º de abril.


Os metroviários cruzaram os braços criticando a impossibilidade de transferência dos profissionais para outras unidades da CBTU em caso de privatização do metrô. Com a paralisação, muitos passageiros foram pegos de surpresa e filas enormes se formaram nos pontos de ônibus.


A greve durou 40 dias. Os trens estavam circulando apenas entre 10h e 17h. Segundo a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), que administra o serviço de metrô na capital mineira, a greve prejudicou cerca de 70 mil pessoas por dia em Belo Horizonte e na região metropolitana.


A reportagem do Hoje em Dia entrou em contato com a CBTU sobre as denúncias dos trabalhadores e aguarda retorno.


Via: Redação jornal hoje em dia

0 comentário
bottom of page