• Redação

Incêndio em subestação da Cemig deixa quatro centros de saúde sem energia na região Centro-Sul



Quatro centros de saúde da região Centro-Sul de Belo Horizonte estão sem energia elétrica na tarde desta segunda-feira (8). A falta de luz é consequência de um incêndio que atingiu uma subestação da Cemig, no bairro São Pedro, na mesma região, na manhã desta segunda.


O fogo foi registrado na sala de controle, que fica no último andar do prédio, local responsável pela coordenação da distribuição de energia elétrica na região. As causas da ocorrência estão sendo apuradas e ninguém ficou ferido.


De acordo com a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), estão sem energia elétrica as unidades: Menino Jesus (Santo Antônio), Santa Rita de Cássia (São Pedro), Tia Amância (Coração de Jesus) Santa Lúcia (Santa Lúcia). Todas estão localizadas na região Centro-Sul.


Serviços suspensos


A PBH esclareceu que alguns serviços que demandam energia elétrica estão suspensos, como a realização de exame de eletrocardiograma. Segundo a prefeitura, para atender a demanda dos usuários, oa pacientes estão sendo encaminhados para outras unidades da região, caso necessário.


Apesar da ocorrência, segundo a PBH, os locais estão funcionando, inclusive com a aplicação de vacinas, que estão armazenadas em unidades portáteis, sob temperatura indicada.


Semáforos desligados


Ainda segundo a PBH, semáforos localizados na avenida Nossa Senhora do Carmo, entre o trevo do Belvedere e a avenida do Contorno, estão desligados por falta de energia. Alguns dos equipamentos também estão desativados na avenida do Contorno, entre a avenida Prudente de Morais e a avenida Nossa do Carmo. Agentes da BHTrans monitoram a região.


Falta de energia


Por causa do incêndio, oito bairros da região Centro-Sul da capital estão sem energia. Em nota, a Cemig informou que o fornecimento já está sendo restabelecido de forma gradual nos bairros Cruzeiro, Mangabeiras, São Pedro e Santa Lúcia.


“Nesses e nos demais bairros, o processo seguirá ao longo do dia até o restabelecimento no fornecimento de energia de todos os clientes afetados”, disse a empresa por meio de nota.

Até o fechamento desta reportagem, o fogo ainda não tinha sido extinto. De acordo com o Corpo de Bombeiros, nove viaturas e 20 militares estão no local tentando combater as chamas. Segundo a corporação, já foram utilizados 10 mil litros de água para conter o fogo.


Via: Raquel Gontijo - via jornal hoje em dia

0 comentário