• jornalismo42

Etanol cai de preço em BH e se torna mais vantajoso que gasolina

O preço do álcool caiu nos postos de Belo Horizonte e atingiu o menor patamar desde outubro do ano passado. Hoje é possível encontrar etanol sendo vendido por valor inferior a 70% do preço da gasolina. Nestas condições, o etanol se torna mais vantajoso que a gasolina, já que o motorista consegue andar mais pagando menos. A regra, apesar de consagrada, pode ter pequenas variações dependendo do modelo do veículo. Segundo a Agência Nacional do Petróleo (ANP) o preço do etanol alcançou, nesta semana, o valor de R$4,75 na capital mineira. A última vez que isso aconteceu foi na primeira semana de outubro, quando o combustível foi vendido a R$4,74.

De acordo com Mário Campos, presidente do Siamig (sindicato que representa os produtores de álcool e açúcar de Minas Gerais), existem duas razões para a queda no preço. “A produção está em alta e o consumo em baixa. Foi isso que fez os preços caírem”, explica.

Segundo ele, em 2021 houve uma queda da demanda muito grande, ou seja, o mercado vendeu menos combustível do que o esperado. De acordo com dados da Unica (União das Indústrias de Cana-de-Açúcar), todos os meses de 2021 registraram queda nas vendas, e essa retração continuou em janeiro, quando as usinas venderam 1,765 bilhão de litros de etanol, 32% a menos que no mesmo mês do ano passado.

Safra

Mesmo com vendas menores registradas em 2021, existe expectativa de safra maior para 2022. “O clima ajudou, os canaviais estão verdes e está previsto uma safra de recuperação com uma moagem estimada de 70,8 milhões de toneladas de cana”, disse Campos. Isso deve fazer a oferta do combustível aumentar ainda mais e manter a tendência de queda registrada nos preços. Ainda segundo Campos, o preço do álcool ao produtor já caiu mais de R$1 por litro, desde novembro do ano passado. “Essa queda nos preços já deveria ter chegado ao consumidor, mas chegou em torno de R$0,70 por litro, então existe espaço para redução”, disse.

Faça as contas

Para aproveitar o momento de preço baixo, porém, é preciso ficar atento. Cada posto pratica um preço e nem sempre vai compensar colocar etanol. Para ter certeza, basta observar as placas com o indicativo da proporção entre os dois combustíveis, que os postos são obrigados a colocar em local visível, ou pedir auxílio a um frentista.




0 comentário