• Redação

Em 24 horas, Bombeiros atendem 190 chamadas de incêndios em vegetação no Estado


O risco de queimadas aumenta cada vez mais em Minas, com o tempo seco e o vento, característicos de agosto. Segundo o Corpo de Bombeiros, nas últimas 24 horas, foram registradas 190 chamadas de incêndio em vegetação no Estado. Só na região metropolitana foram 112 ocorrências, sendo 34 na capital.


Um dos casos que exigiram maior atenção ocorreu em Ouro Preto, na região Central de Minas, na noite de domingo (28). Um incêndio de grandes proporções em uma mata, próximo a casarões antigos, assustou moradores. Na manhã desta segunda-feira (29), equipes ainda trabalham no local combatendo focos.

Em outra ocorrência, os Bombeiros trabalharam para controlar um incêndio na Serra da Moeda, na Grande BH. As chamas atingiram a área de descida da Serra, desde o local conhecido como "Topo do Mundo", em Brumadinho. A linha de fogo era extensa, mas, segundo os militares,foi controlada na tarde de domingo (28).


Historicamente, agosto, setembro e outubro costumam ser os meses em que o número de incêndios mais crescem por causa da expansão das queimadas em áreas florestais. Geralmente, o fogo se inicia devido a ação humana.

0 comentário